sábado, agosto 12, 2006

A Verdadeira História de Fernando Jorge - "O Bufalo que sonha ser um Papagaio"

Os ursos são animais grandes, gordos e felpudos, viciados em bollycao.

Porquê que eu disse isto? Não sei! Talvez por nos ultimos 5 meses ter estado encarcerado, por um malevolo carniceiro, na cabine frigorifica de um talho, injustamente acusado de andar a difamar o nome do estabelecimento só por ter perguntado se era ali onde se doava orgãos.
Felizmente consegui fugir com a ajuda de um simples fio de cabelo, meio quilo de dobrada e de uma chave que abria a porta da cabine.
Assim que saio do talho, qual o meu espanto quando dou de caras com Luis Ferreira, esse icone do mundo dos desparazitantes, que me diz - "Vem cá, ó pá, para eu te contar historias comprometedoras a meu respeito.". Ao que eu respondi - "Assim seja.".

Ao que parece, o nosso amigo Luis foi recentemente num safari a Lloret de Mar (Espanha) á caça do gambozino e lá perdeu a virgindade... HaHaHa... isso queria ele. Perdeu algo, sim, a auto-estima e o amor proprio mas não a virgindade.
Ele bem tentou, forçou uma bailarina de uma discoteca a ter relações com ele mas ela recusou. Revoltado com a recusa parte um copo e vomita no chão. Rapidamente é escorraçado (e sublinho escorraçado) da disco e horas depois é visto no meio de um grupo de africanos, que por lá andava, a dançar, penso que Kuduro. Nessa mesma noite teve a sua primeira experiencia com estupefácientes ao fumar um cigarro enrolado por alguém que lhe o ofreceu como sendo chamon. No dia seguinte veio ter comigo a dizer que tinha fumado cavalo, que aquilo não era ganza mas sim cavalo. Eu disse - "Luis não sejas estupido. Como é que fumavas um cavalo!?!"... Ele olhou para mim em vergonha e depois chorou (tenho este efeito sobre as pessoas, ponho-as a chorar facilmente... Muahahahaha hahaha (riso maquiavelico)).
Descontente com as situações ridiculas a que se submeteu nessa noite, Luis decide-se vingar e comporta-se de uma forma ainda mais triste durante o resto da semana. Vestiu-se de mulher, dormiu com homens, dançou Jorge Mikáel em cuecas, afirmou-se como seguidor afinco de automoveis que se deslocam a altas velocidades e escreveu uma carta de agradecimento a uma rapariga pela maravilhosa noite que com ela passou. O quê que a carta tem de ridiculo? A noite que descrevia nunca existiu. Eu partilho da teoria de que ele se "Tokou" durante toda a noite a pensar nessa rapariga e no final decidiu escrever algo carinhoso a agradecer.
Revoltado pela sua vingança não ter corrido como o planeado vai a minha procura e aponta-me o dedo a mim, á rapariga da carta e a outro rapaz que estava connosco, por lhe termos escondido a roupa. "Blasfemia!" - gritei eu, olhando depois em vergonha para o chão pois o grito foi mais alto que o esperado.
- Blasfémia o cacete!!! - disse ele - Eu sei bem que foram vocês................. canéco.
Mais tarde engoliu tudo o que disse, literalmente, pois comeu uma sopa de letras (peço desculpa), e descubrio que a roupa tinha estado todo o tempo na varanda. Não fomos nós que a roubamos. A roupa simplesmente sentiu-se cansada de estar tanto tempo encafuada no quarto dele e decidiu ir dar uma volta pelo hotel, parando em vários quartos e acabando na varanda do seu.
Mais tarde e depois de tudo resolvido brindamos a amizade com dois shots de Malibu e Laxante. Estranhamente, depois disto, ele entope a sanita e o lavatorio (???), e desaparece no meio da multidão.
No dia seguinte foi encontrado á porta do hotel, encostado á parede com uma autêntica estalactite de bába pendurada no queixo, a insultar toda a gente que se encontrava em seu redor.
Preocupado fui ver se estava tudo bem. Ele olha para mim, beija-me e diz que apesar de tudo eu era um gajo porreiro... e eu chorei...

Após me ter contado estas histórias comprometedoras a seu respeito, Luis diz que me quer matar pois agora sei de mais. Assustado tento fazê-lo ver que aquilo não era novidade nenhuma para mim pois tinha lá estado com ele, e que inclusivé, até tinha sido eu um dos responsaveis por todo o seu sofrimento. Acrescento também que a sua irmã contraiu sida por minha causa e que os seus pais estão na miséria porque eu assim os pus. Ao que ele me responde - "Sendo assim peço desculpa pelo equivoco...".
- Não sei se desculparei - respondo de forma altiva, esboçando um sorriso num misto de gracejo e represália.
Ele olha para mim completamente apático. Eu olho para ele com ar de desdém e vou-me embora satisfeito.

Moral da história: Gozem com os outros antes que os outros gozem convosco. E façam mal a menores...

P.S. Eu sou uma pessoazinha mediocre e desprezivél... peço desculpa...

6 Comment:

Anonymous gaja da turma said...

E eu a pensar q tu é q te tinhas apaixonado pela bailarina Soninha homemdusaco!!E q tavas spr la colado a olhar pra ela a babares-te completamente enquanto o resto do mundo n existia <.< naaaaaa n deves ter sido tu :) epah eu n vou ser mazinha com o luis mas ainda estou ressentida de ele ter entupido o lavatorio com uma certa substancia em tons de amarelo..............................
pois..
E as roupas do luis sao doidas pah andarem pela varanda assim...ainda podiam cair e dps??mas claro q eu e a ba é q tivémos de ouvi-las nao é????*

sábado, agosto 12, 2006 11:00:00 da tarde  
Anonymous demente said...

Epá... que chatice... possas. Não é que me esqueci de vir ontem deixar uma palavrinha ao meu amigo Homem do saco? Não há de ser nada. É então que decido vir e releio o texto. Mas que merda é aquela? Primeiro, o título que ele põe não tem nada a ver com o texto. Ou seja, pode induzir as pessoas em erro, fazê-las pensar uma coisa e depois verem que essa coisa não sucedeu. Onde é que eu já vi isto... Depois tem o descaramento de chamar "animais gordos" aos ursos. Achas que os gajos se sentiam bem se soubessem que lhes chamaste isso? Sabes lá se eles não iniciaram já um programa de emagrecimento, e todo e qualquer passo em falso pode ser fatal! E palavras como as tuas só servem para eles se sentirem envergonhados! E não é com um bollycao que se resolvem as coisas! Enfim... Segue-se uma referência pouquíssimo inteligente ao grandioso filme Old Boy. "Encarcerado (uns quantos meses) na cabine frigorifica de um talho". "Malevolo carniceiro". Não conseguiste ser menos directo? Diz ainda que conseguiu fugir da cabine "com a ajuda de um simples fio de cabelo, meio quilo de dobrada e de uma chave que abria a porta da cabine." Para quê o fio de cabelo e o quilo de dobrada?Para ter graça? Ah, ta bem. lololol... foi muito profundo, desculpa...
Depois, à saída do talho, parece que encontra o seu amigo Luís Ferreira, e o que se segue é uma descarada tentativa de rebaixar este...
Se ele queria perder a virgindade, porquê ir tentar perdê-la tão longe? Porquê em Espanha? Ou seja, o primeiro de muitos golpes falhados do amigo Homem do saco... Isto de querer apontar aos outros as nossas baixezas cognitivas... Pô-lo a dançar kuduro ainda vá que não vá, agora fumar cavalo? Andas a tentar negar o teu passado com as drogas amigo Homem do saco? Hahaha! Agora fui eu que fui mauzinho... Não é amigo? Assíduo teleespectador de filmes envolvendo estupefacientes, Homem do saco tenta agora demonstrar aquilo que aprendeu... Muito baixo. Ainda para mais de quem nunca tocou num cigarro ou em bebidas alcoólicas... Um bom rapaz, lá no fundo...
Segue-se uma história acerca das roupas do amigo Luís... Parece que este acusou o amigo Homem do saco e mais uns quantos de lhe terem escondido aquelas... Mas que, depois, para seu espanto, foi dar com elas na varanda do seu quarto de hotel... Diz que "a roupa sentiu-se cansada de estar tanto tempo encafuada no quarto dele e decidiu ir dar uma volta pelo hotel, parando em vários quartos e acabando na varanda do seu." Mas desde quando as roupas têm pernas para andar amigo? E também como foram capazes de se sentir encafuadas se não possuem qualquer capacidade sensível? Digamos que foi mais uma tentativa pouco inteligente saída dos desenhos animados que, todos os sábados, vês a partir das oito horas da manhã sentado no sofá a comer a tua Cerelac...
No dia seguinte a esse "passeio" e suposto esconder das roupas do amigo Luís, este é encontrado "à porta do hotel"... É então que tu, amigo Homem do saco, tentas deixar o teu lado sentimental, dizendo que, "preocupado", foste ver se estava tudo bem. É então que "tropeças" nessa tua vontade de escrever tudo aquilo que te vem à cabeça:"Ele olha para mim, beija-me..." Beija-te? Ou és tu que, com tanta preocupação, o beijas a ele? Hahaha! Pois é amigo, tropeçaste... Eu bem sabia que tu eras do outro lado da ponte... Deixa estar... As pessoas compreenderão... Afinal, cada um segue aquilo que bem entender com a panca que lhe parecer mais apropriada, por mais repugnante que seja... Onde é que eu já vi isto...
Dá seguidamente, à sua história, um ar tenebroso, com um "vou ter de te matar pois agora sabes demais.." e termina querendo puxar a si o comando de todo e qualquer rebaixamento.
Repugnante... Parece que mais valia não teres regressado, não é amigo Homem do saco? "Muahahahah (riso maquiavélico)." O feitiço vira-se contra o feiticeiro amigo!

P. S. Decidi por bem escrever todas as palavras correctamente, para que possas desfrutar de um exemplo de um português bem escrevido...

Abraço, amigo

domingo, agosto 13, 2006 5:13:00 da tarde  
Anonymous Marialva said...

Podem pensar o qe quiserem qe os mitos não são reais, mas estão totalmente enganados, quem diz qe não são reais são os patifes, "Patifes" nimguem utiliza este termo, nimguem, somente o grande Senhor LUIS. Luis é o heroi desta historia, o heroi nem sempre é o que vençe, mas quem marca presença, nem que seja atraves do seu cheiro masculo, a cavalo, inconfundivel, cheiro esse ganho numa expedição feita com o seu mestre e amiginho do coração, o grande José Cid. Para vos mustrar qe este mito é verdadeiro, eu e o homem do saco numa noite em loret resolvemos filmar as provas para qe mais tarde não sejamos acusados de farsa e de mentira, pois o Luis já nos quis meter em tribunal. Foi numa noite quente por volta das 3:00 da manha, lembro-me como se fosse hoje, eu o homem do saco e cerca de mais 8 indeviduos, invadimos o quarto do Luis, para verificar uma taima, pois havia qem disse-se qe os seus testiculos ganhavam vida qd esfregados com favas, chegando ao quarto dele verificamos um aroma mt estranho e ineplicavel era uma mistura de pikles com mel mas adiante, um dos elemento do grupo despio-se e foi-se deitar ao lado do grande Luis, pois era um prazer tirar fotos ao lado dele ainda para mais todo nú, mas o pior aconteçeu, LUIS acordou e nós com algum receio tentamos fugir do quarto dele o mais rapido possivel, pois o medo apuderou-se de nós quando observamos Luis com uma grande furia a querer bater em todos, ainda hoje acordo durante a noite, pois ficai traumatisado ao ver o Luis a correr no meio do corredor de boxeres de gola alta e com a sua camisola de alças oferta dos paraolimpicos de 88, ele qe dizia qe nessa noite tinha aprendido a lutar capoeira com um grupo de jovens africanos com idades compreendidas entre os 14 e os 25 anos todos ja com cadastro em algumas casas de chá da região, mas felizmente não nos aconteçeu nada, mas passado uma hora dessa cena arrepiante verificamos a ausencia do homem do saco, o pior tinha acontecido, o homem do saco não conseguiu escapar. Mas quando ja todos tavam a pensar no pior apareçe o homem do saco, o seu coquis tremia os seus olhos palpitavam, mas lá acalmou-se e conseguio contar-nos o horror qe lá viveu, o homem do saco conseguio refugiar-se dentro da banheira do wc do quarto do Luis, e de lá observou toda a loucura transmitida pelo Luis, ele qe sé limitava a dizer, "aqueles patifes, aqueles malandros estão feitos ao bife" vezes sem conta, frase qe ficou gravada na memoria do homem do saco pra sempre, por ouvir essa frase vezes sem conta o homem do saco acaba por adormecer na banheira, mas mais tarde quando Luis adormecera ele consegiu fugir. Podemos verificar atraves deste texto as provas reais pois ficaram gravadas. Quero apenas agradecer ao homem do saco, pois sem ele ainda tudo estaria em aguas de bacalhau, e agradecer tambem ao Grande protagonista o Luis, uma das grande revelações de Loret. Ps. Luis já esta a planiar mais uma viagem, mas desta vez ao Zimbabue, ele qe anda agora com a ideia na cabeça de querer rever a africana anã de ancas largas qe conheceu em loret e qe o tirou o sono durante longos dias, ficando efeitiçado por aquela tigreza, diz tambem querer ir ao Quenia pois sobe qe lá esta exilado o segurança qe o espulsou da disco, ele qe quer vingança pois já sabe capoeira. Mas por enquanto anda só em digresão por todo o pais com o seu grande mestre José cid, ele qe o viu a dançar e ficou maravilhado acabando por o contratar. Ass. Marialva "amigo da vitima Luis e do assasino homem do saco".

terça-feira, agosto 15, 2006 9:16:00 da tarde  
Blogger RdC said...

O texto está genial, mas estes comentários não lhe ficam muito atrás! Testículos que ganham vida quando esfregados por favas! Quem me dera ter pensado nisto antes!!

quarta-feira, agosto 16, 2006 1:16:00 da manhã  
Anonymous Alguem que o homem du saco conhece pessoalmente.. said...

acho que o texto é uma grande homenagem a esse icone da turma.. LUIS! lol tá demais! parabens homem du saco, kk dia tás no levanta-te e ri.. ou talvez nao :P hhhahahah adorei o texto lol
****

quarta-feira, agosto 16, 2006 8:16:00 da tarde  
Anonymous Marialva said...

Luis confunde ainda as pessoas com quem convive, com caramelos. Porque sera? sera pq se colam nos seus dentes são doçes e pequeninos. "Duvido". Mas o que é certo é que a shakira "uma das 7 personalidades do homem do saco" numca soube ao certo quais eram os caramelos qe o Luis mascava e deitava fora constantemente, Shakira que tentou conviver com toda a gente em lorett, e não fez nenhum amigo, começou por se sentar a mesa com um grupo de jovens bem formados na qual podiamos verificar no centro dessa mesa Luis, qe se julgava Jesus Cristo, mas Shakira desperdisou logo a hipotese de fazer amigos, pois não resestiu em comer com as mãos como louco as poucas favas qe o prato de feijão continha, obrigando a que os seus companheiros se sentissem com uma certa vergonha a mesa, enquanto ele ao canto da mesa sentia-se Judas, mas a verdade é qe só Luis é qe o ajudava a fazer amigos, mas como Luis confundia amigos com caramelos, Shakira tambem não foi muito longe, passando a semana toda a fazer pantomineirises a Luis e a correr feito louco atras e a frente de automoveis de alta cilindrada..... Ps. Não vou falar mais mal dos nossos amigos, pois eles a esta hora estão com as nadegas encostadas ao sofá a comer bacalhau a zé do pipo a bulhão pato e a verem a floribela a fazer intercambio de saliva com o princepe, quero apenas uma resposta a altura do homem do saco "shakira" que mais cedo ou mais tarde ira sair do seu refugiu inanimado em cima do seu triciclo magico com cheiro a morango qe até faz piroetas no ar e diz mama papa tenho fome. Ass. Marialva
Saudações amigos

quarta-feira, agosto 16, 2006 9:31:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Este rodapé serve apenas para te informar que chegaste ao fim da página. Tens 3 opções: a)voltar ao ínicio; b) navegar para outra página; d) o suicídio. Volta sempre! =)