quarta-feira, janeiro 18, 2006

Continuando com o estranho mundo das séries americanas

Depois de ter escrito, no meu último post, sobre alguns clichés dos filmes e séries americanas lembrei-me de mais alguns que, também, é importante referir. Porque é que em todas as séries e desenhos animados americanos há sempre: um episódio em que recordam o que fizeram ao longo da série?; um episódio em que uma das personagens se torna uma estrela da música ou da televisão?; um episódio em que alguém arranja uma namorada?; um episódio em que alguém sofre de amnésia?
Sendo assim, achei por bem que aqui no blog, também, seguissemos esses clichés, apesar de isto não ser uma série americana. Como somos todos demasiado tristes e feios para ser estrelas de música ou da televisão, para arranjarmos uma namorada ou, mesmo, para recordar o passado, este post vai ser o post especial em que alguém sofre de amnésia. Aqui vai um relato de alguém que sofre de amnésia.

"Olá, eu chamo-me João, tenho 30 anos e sofro de amnésia. Nasci no Funchal, no seio de uma família pobre, mas onde mais ninguém sofria de amnésia. Casei a 4 de Junho de 2000 e foi nesse mesmo dia que perdi a memória. Lembro-me desse dia como se fosse hoje. Era uma tarde quente de Junho em que nada indicava que alguém iria perder a memória. Os pássaros cantavam canções alegres dos anos 80 e eu bebia uma taça de champagne francês Jean-Luc Amaricadu, colheita de 1987, um bom ano por sinal. Era o dia mais feliz da minha vida, pois tinha acabado de casar com a mulher que sempre amei. Até que levei com um par de ténis Adidas, vermelhos com riscas brancas, nas costas e perdi os sentidos. Estive inconsciente durante 10 minutos. Quando acordei, o médico, que por acaso tinha uma borbulha muito esquisita no queixo, disse-me "Você perdeu a memória. Não havia nada a fazer. Peço desculpa." Toda esta situação recordou-me a infância alegre que passei em Lisboa, para onde fui quando tinha 5 anos. Lembro-me do cheiro da marmelada que a minha tia costumava fazer, lembro me dos meus amigos. Lembro-me, também, da tarde em que caí das escadas enquanto jogava á macaca. Isso aconteceu porque, na altura, esqueci-me que não se jogava á macaca nas escadas. Suspeitou-se, já nessa altura, que eu sofria de amnésia, mas, afinal, era só bastante estúpido. Agora tenho de ir abrir uma lata de tinta. O pior é que já não me lembro para que é que queria a tinta."

3 Comment:

Blogger Hugo said...

tá bonito sim sra...a comunidade blogger tá crescer...mais um talento..
www.sou1chato.blogspot.com

quinta-feira, janeiro 19, 2006 10:45:00 da tarde  
Anonymous Irmão אלוהים said...

Viram um burro que desapareceu de um dos meu posts?! Ando á procura dele, se o virem peço que lhe digam: Hihon! Ele perceberá!
Problema dele não é amnésia, é depressão.
Obrigado!

quarta-feira, janeiro 25, 2006 12:53:00 da manhã  
Blogger Pedro said...

ora aqui está algo posto À bruta, brutalmente bem conseguido;)parabens

sábado, janeiro 28, 2006 12:21:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Este rodapé serve apenas para te informar que chegaste ao fim da página. Tens 3 opções: a)voltar ao ínicio; b) navegar para outra página; d) o suicídio. Volta sempre! =)