quarta-feira, dezembro 14, 2005

Questões do nosso tempo

Depois de, no meu último post, ter falado dos deficientes acho que só há um tema que pode ser tratado. É isso: afinal, e de uma vez por todas, para que lado se forma a fila para o autocarro?
Esta questão já vem da antiguidade e nunca, fosse quem fosse, conseguiu dar uma resposta concreta. Mas, afinal para que lado se forma a fila para o autocarro?
Nunca assistiram a uma discussão entre dois idosos (essas adoráveis criaturas) em que um deles se queixava ao outro por ele ter passado há frente dele, pois a fila do autocarro forma-se para o outro lado? Pois, eu já assisti a muitas e devo dizer que não é bonito. Atenção, a expressão "não é bonito" não é aqui aplicada no mesmo sentido que num filme de Steven Seagal, em que há braços partidos por todo o lado e corpos a voar depois de serem atingidos por cartões de crédito, que ao que parece dão muito boas armas de defesa pessoal. Neste caso o que "não é bonito" são os corpos flácidos e frágeis que se movem cobertos de baba e ranho e que emanam uma essência, a que eu gosto de chamar Eau du Urinne. Estes seres, que estão mais próximos de serem ex-seres do que de serem jovens, são capazes de matar só para defenderem que "a fila do autocarro forma-se e sempre se formou para a esquerda da paragem" ou "sempre vi a fila ser feita para a direita".
Mas, duma vez por todas, para que lado se forma a fila para o autocarro? Ninguém sabe ao certo e penso que nunca se saberá, mas, acho que é uma questão em cuja resposta o Governo deve investir. É urgente que se faça um estudo aprofundado sobre este tema para que, de uma vez por todas se saiba quem tem direito a entrar primeiro no autocarro, se o Sr. Jorge, que vai para Almada visitar o filho e se encontra á direita da paragem, se a Dona Miranda, que vai para a banca da fruta na Praça de Benfica e se encontra á esquerda. Sim, porque não há nada mais importante para fazer do que investir tempo e dinheiro nesta grande questão. Este assunto deve ser resolvido para que possamos dormir em paz. E aí sim, os nossos filhos poderão ter um futuro feliz.

3 Comment:

Anonymous axistomuitoestranho said...

"O problema é já não haver respeito... No antigamente é que as coisas funcionavam bem. Os jovens de agora não têm respeito pelos mais velhos."

Ass: Avô Cantigas

"Como não estou para esperar nas filas (algumas delas até são bichas, foge!), comprei um carrinho citadino... um Porschezito Carrera 4 Special.

Ass: Jovem rebelde

Abraço.

quinta-feira, dezembro 15, 2005 3:57:00 da tarde  
Blogger Squizo said...

Bamos lá a ver criatura de DeuS, eu já publiquei mais um história bíblica!
Agora é a tua vez de arranjar o teu blog e postar algo que eu possa não gostar!

Que o senhor esteja convosco!

quinta-feira, dezembro 15, 2005 7:25:00 da tarde  
Blogger Shôtôr said...

Eu acho pessoalmente, que as filas deveriam voltar a ser bichas, e formar-se pela extrema direita, ao exemplo do Paulo Portas, o maior bicha de extrema-direita!

Saudações biliares,

http://figado.blogspot.com/

quinta-feira, dezembro 15, 2005 7:27:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Este rodapé serve apenas para te informar que chegaste ao fim da página. Tens 3 opções: a)voltar ao ínicio; b) navegar para outra página; d) o suicídio. Volta sempre! =)